09 fevereiro 2016

Instalação MySQL 5.7 no Slackware 14.1



O MySQL já está pronto para produção com muitos recursos interessantes, como o suporte nativo a JSON e melhor performance e segurança. O Slackware é a distro Linux mais antiga e tradicional, com muitos e muitos fãs. Neste tutorial veremos como instalar o MySQL 5.7 no Slackware 14.1.


Nota: usei o Slackware em uma Virtual Machine para testar este procedimento. Criei a VM usando o Vagrant e Virtual Box. Depois de instalados, basta executar:
shell> vagrant init ricardson/slackware64-14.1-minimal
shell> vagrant up --provider virtualbox


2 opções de instalação

Temos 2 opções para prosseguir com a instalação:
  1. usar binários pré-compilados (mais fácil)
  2. compilar seus próprios binários (mais flexível)
A seguir detalharemos os passos para opção 1.
Em ambas opções, antes de prosseguir, certifique-se que a dependência libaio está presente:
shell> whereis libaio
libaio: /usr/lib64/libaio.so /usr/include/libaio.h
Veja que a libaio está presente. Caso não tenha a libaio, instale com:
shell> slackpkg install libaio

Instalação via binários pré-compilados

  1. Baixe os binários em dev.mysql.com, selecione “Linux - Generic” como plataforma. No meu caso, baixei para o diretório /usr/local/downloads. Dica: na tela de login, veja o link em “No thanks, just start my download”;
  2. Remova qualquer instalação prévia ou variante de MySQL que esteja no diretório /usr/local/mysql. No caso do Slackware, removepkg mysql ou removepkg mariadb.
  3. Como root, executar a seguinte sequência de comandos no shell:
    groupadd mysql
    useradd -r -g mysql -s /bin/false mysql
    cd /usr/local
    tar zxvf /usr/local/downloads/mysql-5.7*.tar.gz
    ln -s mysql-5.7* mysql
    cd mysql
    mkdir mysql-files
    chmod 750 mysql-files
    chown -R mysql .
    chgrp -R mysql .
    bin/mysqld --initialize --user=mysql --log-error=/tmp/mysqld.log
    cat /tmp/mysqld.log
  4. Se tudo correu bem até aqui, o diretório de dados foi criado e uma senha temporária atribuída ao usuário root do MySQL:
    [Note] A temporary password is generated for root@localhost: xxxxxxxxxxxx
  5. Continue com o procedimento de pós-instalação com os seguintes comandos:
    bin/mysql_ssl_rsa_setup
    chown -R root .
    chown -R mysql data mysql-files
    bin/mysqld_safe --user=mysql &
  6. Neste ponto o MySQL já está no ar. Conecte-se com o MySQL e troque a senha para, por exemplo, “Root123!”:
    shell> bin/mysql -uroot -p'xxxxxxxxxxxx'
    mysql> ALTER USER 'root'@'localhost' IDENTIFIED BY 'Root123!';
    mysql> quit
  7. (Opcional) Para configurar o MySQL com opções extras, é usual manter um arquivo /etc/my.cnf. No Slackware faça o seguinte:
    shell> cp support-files/my-default.cnf /etc/my.cnf
    shell> chown root:sys /etc/my.cnf
    shell> chmod 644 /etc/my.cnf
  8. (Opcional) Para que o MySQL inicialize-se automaticamente no boot do Slackware, faça:
    shell> cp ./support-files/mysql.server /etc/rc.d/rc.mysql
    shell> echo "/etc/rc.d/rc.mysql start" >> /etc/rc.d/rc.local
  9. (Opcional) Adicione os executaveis do MySQL no PATH do sistema. No Slackware, edite o arquivo /etc/profile e altere a linha correspondente. Ficará algo como:
    shell> vim /etc/profile
    PATH="/usr/local/bin:/usr/bin:/bin:/usr/games:/usr/local/mysql/bin"
  10. (Opcional) Depois que tudo estiver funcionando, remova o arquivo de instalação:
    rm /usr/local/downloads/mysql-5.7*.tar.gz


Deixe seu comentário se algo não funcionou ou se tiver alguma sugestão.

Referência

http://dev.mysql.com/doc/refman/5.7/en/binary-installation.html

Nenhum comentário: